wave
logo

Referência em energia solar fotovoltaica!

Com 10 anos de atuação exclusiva no mercado de energia solar fotovoltaica, oferecemos soluções Turn-Key, desde o Desenvolvimento de projetos, passando pela Execução na modalidade Full EPC, até a Operação e Manutenção de Usinas Solares Fotovoltaicas.

icon
Desenvolvimento
de Usina Solar

  • Due dilligence fundiária para avaliação de terrenos;
  • Análise técnica de sondagem (SPT) de terrenos;
  • Aprovação de viabilidade na distribuidora de energia;
  • Elaboração de Licenças Ambientais e Operacionais;
  • Contratação de offtaker de energia;
  • Desenvolvimento de book de projeto executivo;
image

icon
Execução
de projetos

  • Execução de Subestação, Cabine de Medição, Transformação e Skid;
  • Execução civil das estruturas com ou sem Solar Tracker;
  • Execução mecânica de módulos solares fotovoltaicos;
  • Execução de inversores;
  • Execução de toda a infraestrutura elétrica;
  • Execução de cercamento, CFTV, entre outros;
image

icon
Operação e Manutenção

  • Manutenção Preventiva dos Equipamentos;
  • Manutenção Corretiva;
  • Monitoramento Remoto e Segurança;
  • Análise de Geração;
  • Relatório de Desempenho;
  • Acompanhamento Remoto de Serviços;
  • Inspeções Visuais;
  • Controle de Vegetação;
  • Limpeza da UFV;
image

icon
Engenharia
de proprietário

  • Avaliação e aprovação de projetos executivos;
  • Fiscalização de obra;
  • Gestão de contratos para cliente;
  • Gerenciamento de suprimentos de terceiros;
image
folha

Quem somos

Fundada em 2014 em Joinville/SC e com mais de 38 GWh de energia gerada em seu portifólio, a Ecoa Energias Renováveis S.A. atua no EPC (da sigla em inglês Engineering, Procurament and Construction) de Usinas Solares Fotovoltaicas. Possui em seu corebusiness o Desenvolvimento, a Execução e, a Operação e Manutenção de Usinas Solares Fotovoltaicas no Brasil, com foco na GD – Geração Distribuída.

Nós construímos a diversificação da matriz energética brasileira através de stakeholders que compartilham do mesmo ideal de futuro!

+38GWh

de energia gerada

+3765ton.

CO2eq neutralizados

+100

projetos entregues
mapa

Track Record

São Lourenço do Oeste - SC

UFV Encantada

Quando foi inaugurada, em 2021, a Usina Solar Fotovoltaica Encantada era a maior geradora de energia solar em operação no modelo de Autoconsumo Remoto de Santa Catarina. É responsável por atender aproximadamente 100 unidades consumidoras da maior rede de farmácias do Estado.

Beneficiários
beneficiario beneficiario beneficiario
Informações

1,42

MWp

1,815

GWh/ano

199,67ton.

CO2eq

Track Record

São José do Cedro/SC

UFV São José do Cedro I

Maior projeto de Geração Distribuída de Santa Catarina, a Usina Solar Fotovoltaica de São José do Cedro I é um investimento público da Celesc Geração S.A., cuja energia gerada irá abastecer as Comarcas do Poder Judiciário do Estado com energia limpa e renovável.

Beneficiários
beneficiario beneficiario
Informações

3,0

MWp

5,00

GWh/ano

553,41ton.

CO2eq

Track Record

Lages - SC

UFV Lages I

A UFV Lages I é a primeira Usina Solar Fotovoltaica da CELESC Geração S.A. em 65 anos de história da companhia. Ela fornece energia para o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) no modelo de Autoconsumo Remoto, com distribuição dos créditos de energia nas comarcas do Estado.

Beneficiários
beneficiario beneficiario
Informações

1,20

MWp

1,525

GWh/ano

167,75ton.

CO2eq

Track Record

Faxinal dos Guedes/SC

UFV Zandoná I / Monte Verde

A Usina Solar Fotovoltaica Zandoná I é um projeto personalizado que fornece energia limpa e renovável, no modelo de Autoconsumo Remoto, para 26 unidades consumidoras da maior rede de postos de combustível de Santa Catarina.

Beneficiários
beneficiario beneficiario beneficiario beneficiario
Informações

1,42

MWp

2,026

GWh/ano

222,92ton.

CO2eq

Track Record

Alegrete/RS

UFV Monjolo I

Localizada na cidade do Alegrete, no Rio Grande do Sul, a Usina Solar Fotovoltaica Monjolo I é um exemplo de solução Turn Key da Ecoa Energias Renováveis S.A., onde o Desenvolvimento, a Execução, e, a Operação e Manutenção foram feitas 100% para investidores.

Beneficiários
beneficiario
Informações

1,42

MWp

1,667

GWh/ano

184,47ton.

CO2eq

Track Record

Ivaté/PR

UFV Morro Azul

Em fase de conclusão, a UFV Morro Azul fornecerá energia elétrica limpa e renovável para uma das maiores redes varejistas do Brasil. Em uma parceria entre ECOA, Engie e Raia Drogasil, o contrato de fornecimento de energia irá atender o consumo de cerca de 16 unidades de farmácias no Estado.

Beneficiários
beneficiario beneficiario
Informações

0,70

MWp

859,15

GWh/ano

94,50ton.

CO2eq

Track Record

São José do Cedro/SC

UFV Unicred I

Uma das duas unidades de Micro Usina Solar Fotovoltaica desenvolvida pela Ecoa Energias Renováveis S.A. para a Unicred União. Juntas, as duas unidades atendem 14 agências catarinenses localizadas em Itapema, Navegantes, Joinville, São Bento do Sul, Mafra e Balneário Camboriú.

Beneficiários
beneficiario
Informações

0,104

MWp

132,45

GWh/ano

14,56ton.

CO2eq

Track Record

São José do Cedro/SC

UFV Unicred II

Uma das duas unidades de Micro Usina Solar Fotovoltaica desenvolvida pela Ecoa Energias Renováveis S.A. para a Unicred União. Juntas, as duas unidades atendem 14 agências catarinenses localizadas em Itapema, Navegantes, Joinville, São Bento do Sul, Mafra e Balneário Camboriú.

Beneficiários
beneficiario
Informações

0,104

MWp

132,45

GWh/ano

14,569ton.

CO2eq

Track Record

Barra do Sul/SC

Micro UFV Semente da Terra

Micro Usina Solar Fotovoltaica no modelo de Autoconsumo Remoto que supre uma única beneficiária em Joinville. Para o investidor, a possibilidade permite a geração de energia limpa e renovável fora do local de sua produção industrial.

Beneficiários
beneficiario
Informações

0,145

MWp

167

GWh/ano

18,37ton.

CO2eq

Track Record

Deodápolis - SC

Micro UFV AMZ75

Conjunto de 4 Micro Usinas Solares Fotovoltaicas no modelo de Autoconsumo Remoto focadas no atendimento da rede de farmácias do grupo CLAMED no Estado do Mato Grosso do Sul.

Beneficiários
beneficiario
Informações

0,145

MWp

167

GWh/ano

18,37ton.

CO2eq

Track Record

São Lourenço do Oeste - SC

UFV Encantada

Quando foi inaugurada, em 2021, a Usina Solar Fotovoltaica Encantada era a maior geradora de energia solar em operação no modelo de Autoconsumo Remoto de Santa Catarina. É responsável por atender aproximadamente 100 unidades consumidoras da maior rede de farmácias do Estado.

Beneficiários

beneficiario beneficiario beneficiario

Informações

1,42

MWp

1,815

GWh/ano

199,67ton.

CO2eq

Track Record

São José do Cedro/SC

UFV São José do Cedro I

Maior projeto de Geração Distribuída de Santa Catarina, a Usina Solar Fotovoltaica de São José do Cedro I é um investimento público da Celesc Geração S.A., cuja energia gerada irá abastecer as Comarcas do Poder Judiciário do Estado com energia limpa e renovável.

Beneficiários

beneficiario beneficiario

Informações

3,0

MWp

5,00

GWh/ano

553,41ton.

CO2eq

Track Record

Lages - SC

UFV Lages I

A UFV Lages I é a primeira Usina Solar Fotovoltaica da CELESC Geração S.A. em 65 anos de história da companhia. Ela fornece energia para o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) no modelo de Autoconsumo Remoto, com distribuição dos créditos de energia nas comarcas do Estado.

Beneficiários

beneficiario beneficiario

Informações

1,20

MWp

1,525

GWh/ano

167,75ton.

CO2eq

Track Record

Faxinal dos Guedes/SC

UFV Zandoná I / Monte Verde

A Usina Solar Fotovoltaica Zandoná I é um projeto personalizado que fornece energia limpa e renovável, no modelo de Autoconsumo Remoto, para 26 unidades consumidoras da maior rede de postos de combustível de Santa Catarina.

Beneficiários

beneficiario beneficiario beneficiario beneficiario

Informações

1,42

MWp

2,026

GWh/ano

222,92ton.

CO2eq

Track Record

Alegrete/RS

UFV Monjolo I

Localizada na cidade do Alegrete, no Rio Grande do Sul, a Usina Solar Fotovoltaica Monjolo I é um exemplo de solução Turn Key da Ecoa Energias Renováveis S.A., onde o Desenvolvimento, a Execução, e, a Operação e Manutenção foram feitas 100% para investidores.

Beneficiários

beneficiario

Informações

1,42

MWp

1,667

GWh/ano

184,47ton.

CO2eq

Track Record

Ivaté/PR

UFV Morro Azul

Em fase de conclusão, a UFV Morro Azul fornecerá energia elétrica limpa e renovável para uma das maiores redes varejistas do Brasil. Em uma parceria entre ECOA, Engie e Raia Drogasil, o contrato de fornecimento de energia irá atender o consumo de cerca de 16 unidades de farmácias no Estado.

Beneficiários

beneficiario beneficiario

Informações

0,70

MWp

859,15

GWh/ano

94,50ton.

CO2eq

Track Record

São José do Cedro/SC

UFV Unicred I

Uma das duas unidades de Micro Usina Solar Fotovoltaica desenvolvida pela Ecoa Energias Renováveis S.A. para a Unicred União. Juntas, as duas unidades atendem 14 agências catarinenses localizadas em Itapema, Navegantes, Joinville, São Bento do Sul, Mafra e Balneário Camboriú.

Beneficiários

beneficiario

Informações

0,104

MWp

132,45

GWh/ano

14,56ton.

CO2eq

Track Record

São José do Cedro/SC

UFV Unicred II

Uma das duas unidades de Micro Usina Solar Fotovoltaica desenvolvida pela Ecoa Energias Renováveis S.A. para a Unicred União. Juntas, as duas unidades atendem 14 agências catarinenses localizadas em Itapema, Navegantes, Joinville, São Bento do Sul, Mafra e Balneário Camboriú.

Beneficiários

beneficiario

Informações

0,104

MWp

132,45

GWh/ano

14,569ton.

CO2eq

Track Record

Barra do Sul/SC

Micro UFV Semente da Terra

Micro Usina Solar Fotovoltaica no modelo de Autoconsumo Remoto que supre uma única beneficiária em Joinville. Para o investidor, a possibilidade permite a geração de energia limpa e renovável fora do local de sua produção industrial.

Beneficiários

beneficiario

Informações

0,145

MWp

167

GWh/ano

18,37ton.

CO2eq

Track Record

Deodápolis - SC

Micro UFV AMZ75

Conjunto de 4 Micro Usinas Solares Fotovoltaicas no modelo de Autoconsumo Remoto focadas no atendimento da rede de farmácias do grupo CLAMED no Estado do Mato Grosso do Sul.

Beneficiários

beneficiario

Informações

0,145

MWp

167

GWh/ano

18,37ton.

CO2eq

coinsQuero investir
em usinas solares

Diversifique seu portfólio de investimentos. Seja sócio de uma usina solar.

toolsQuero contratar
serviços de O&M

Contrate nossos serviços de Operação e Manutenção em usinas solares.

wave

Ecoa Energias Renováveis - Blog

Notícias sobre energia solar.

Ecoa Energias entrega primeira UFV da Celesc

O dia 19 de dezembro foi um marco para a geração de energia solar no estado de Santa Catarina. Isso porque a Ecoa Energias Renováveis realizou a entrega da primeira Usina Solar Fotovoltaica no modelo autoconsumo remoto da Celesc Geração S.A., a UFV Lages I.

Nesta data, foi realizada a entrega técnica da unidade que fica localizada em Lages (SC), possui 2.630 módulos fotovoltaicos, totalizando 1,2 MWp de potência instalada.

A UFV fornece energia limpa e renovável por meio de um contrato de locação da usina para o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), que contempla diversos fóruns, comarcas e entre outras unidades consumidoras do TJSC.

Desde sua fundação, esta é a primeira usina que a Celesc Geração S.A. utiliza nesse modelo de negócio e contou com um vídeo que marcou esse momento histórico.

TJSC utiliza a energia limpa da UFV Lages I

Desde fevereiro de 2023, o Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) passou a utilizar energia gerada pelo sol, uma fonte renovável e de baixo impacto ambiental. O convênio de cessão com a Celesc Geração S.A. foi assinado no mesmo dia da entrega técnica da Usina Solar.

A unidade possui a capacidade instalada de gerar energia para mais da metade das comarcas catarinenses, o equivalente ao abastecimento de 650 residências.

O convênio de cessão da Usina Solar Lages I terá prazo de 10 anos, que pode ser prorrogado. A estimativa é de que haja uma economia de 10% do valor gasto com energia elétrica nos prédios do Judiciário catarinense em todo o Estado.

A energia gerada é injetada na rede da Celesc Distribuição, revertendo em créditos que serão transferidos ao TJSC. O convênio prevê a compensação de créditos à concessionária em 90% dos gastos com energia elétrica gerados na conta agrupadora do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), que contempla todas as unidades consumidoras.

Projetado e executado pela Ecoa Energias Renováveis

A obra em Lages contou com projeto e execução da Ecoa Energias Renováveis, pioneira no norte catarinense no mercado fotovoltaico. A confiança no trabalho da empresa foi elogiada por Fábio Valentim da Silva, Diretor de Regulação e Gestão de Energia da Celesc Geração S.A. “A implementação da planta inovadora foi realizado pela Ecoa de maneira bastante positiva e dentro do prazo que estabelecemos com a empresa“.

José Carlos Ferreira Junior, Diretor de Geração, Transmissão e Novos Negócios da Celesc reforçou o pioneirismo do projeto. “Este projeto é um marco para a empresa e a gente tem muita honra de ter a Ecoa participando desse projeto que é o primeiro da Celesc Geração S.A.“.

Maior projeto de Santa Catarina

A parceria entre Ecoa Energias Renováveis e a Celesc Geração S.A. segue com o projeto que já está sendo executado da maior Usina Solar do estado de Santa Catarina.

Localizada em São José do Cedro, a UFV SJC da Celesc terá 3 MWp de potência instalada e as obras já seguem o cronograma de entrega traçado pelas empresas.

Este é mais um marco na história da Ecoa Energias Renováveis, da Celesc e do mercado de energia solar em Santa Catarina e no Brasil.

Oportunidade de investimento em usinas

A Ecoa Energias oferece a oportunidade de investir no modelo de negócio das Usinas Solares. Esse tipo e investimento pode ser realizado tanto por pessoa física quanto jurídica.

Frequentemente, a empresa está promovendo o evento Café com Investidor, em que é possível tirar dúvidas e entender mais como ter essa opção de rendimento na sua diversificação de investimentos.

Quer participar da próxima edição? Inscreva-se abaixo:

Continue lendo
Como o clima influencia a produção de energia solar?

A geração de energia pela luz solar é bastante dependente do clima. Isso ocorre porque fatores climáticos podem influenciar diretamente a quantidade de radiação solar captada pelas placas fotovoltaicas. 

Nesse sentido, o Brasil é um país privilegiado em termos de geração de energia através do sol. Segundo dados do Atlas Brasileiro de Energia Solar, o país recebe mais de 3 mil horas de brilho do sol durante todo o ano. Isso equivale, na prática, a uma incidência solar diária que varia entre 4.500 e 6.300 Wh/m².

Mesmo sabendo que moramos em um país muito vantajoso para a produção de energia solar, é importante estar atento às mudanças climáticas já que elas podem afetar a geração, tornando-a, inclusive, mais eficiente em algumas épocas.

O que você precisa saber sobre as variações climáticas 

A ciência oferece informações bastante consistentes sobre as variações do clima. Esse é um fato importante para quem quer investir na produção de energia solar fotovoltaica. 

Basicamente, dois fenômenos revezam-se – intercalados por períodos neutros – ao longo dos anos: os famosos El Niño e La Niña. Você já deve ter ouvido esses nomes, mas talvez desconheça o impacto que eles têm no clima mundial, inclusive no Brasil.

Como o clima influencia a produção de energia solar?

O que é o fenômeno El Niño?

O fenômeno El Niño ocorre com o aquecimento da superfície do Oceano Pacífico, o que pode gerar chuvas intensas na América do Sul. Sua ocorrência é irregular, geralmente próximo a dezembro, com frequência de 2 a 7 anos. 

No Brasil, El Niño geralmente traz aumento das temperaturas, trazendo períodos de seca para as regiões norte e nordeste, enquanto aumenta a quantidade de chuvas nas regiões sul e sudeste.

O que é o fenômeno La Niña?

O fenômeno La Niña, por sua vez, acontece com o resfriamento das águas do Oceano  Pacífico, gerando maior volume de chuvas no Norte e Nordeste do Brasil e secas e temperaturas mais altas na região Sul. No Centro-Oeste e Sudeste, os impactos podem variar bastante. 

O fenômeno La Niña acontece de 2 a 7 anos de forma irregular e pode durar entre nove meses e um ano.

O que podemos esperar do clima no ano de 2023?

Estamos vivendo um momento de La Niña que, segundo especialistas, deve seguir atuando  pelo menos até fevereiro deste ano.

Segundo a Universidade de Colúmbia, em parceria com a NOAA,  as probabilidades são de 77% de La Niña e 23% de neutralidade para esse período. Já no período de fevereiro a abril a expectativa é de 26% de probabilidade de La Niña e 71% de neutralidade.

Porém, é a partir do fim do primeiro semestre deste ano que os especialistas apontam uma possível mudança. Entre junho e agosto de 2023, as probabilidades indicadas são de 8% de La Niña, 52% de neutralidade e 40% de El Niño. De agosto a setembro, a chance de El Ninõ sobe ainda mais, chegando a 49%.

Mas afinal, como o clima influencia a produção de energia solar?

Quanto maior for a radiação solar, maior a quantidade de eletricidade gerada. Sendo assim, em dias chuvosos ou nublados, os painéis fotovoltaicos vão captar menos luz solar e, por consequência, gerar menos energia. Entretanto, é importante frisar que ele vai continuar a produzir energia. A chuva também vai desempenhar um papel fundamental na manutenção do equipamento limpando pó e a sujeira que podem se acumular nas placas, prejudicando a produção. 

Por outro lado, nos períodos mais secos e com poucas nuvens, temos muitas horas de incidência de luz solar e, obviamente, mais radiação para ser captada. Isso faz com que épocas de muito sol sejam extremamente vantajosas para a produção de energia solar fotovoltaica. São nesses momentos que o investimento inicial tem mais alto índice de retorno, o tão cobiçado payback.

Quando a Ecoa Energias Renováveis dimensiona um projeto de geração de energia leva em consideração a radiação do local onde será instalado o sistema, contabilizando assim dias de chuva e nublado.

Como o clima influencia a produção de energia solar?
Continue lendo
Energia Solar e a Economia nas suas contas

Energia solar / Energia fotovoltaica / Economia de energia / Painéis fotovoltaicos / Energia Solar e a Economia nas suas contas

Energia solar vale à pena?

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Banco Votorantim, 69% dos brasileiros já cogitaram instalar um sistema de geração de energia solar em um imóvel, seja residência, comércio, indústria ou propriedade rural.

Diante disso, a pergunta “Mas quanto custa instalar energia solar?” é, provavelmente, a primeira coisa que passa na cabeça de quem está pensando no custo x benefício desse tipo de sistema.

Seja para contribuir com o meio ambiente, seja para economizar nas contas fixas, há muitos bons motivos para aderir a essa tecnologia, que no início de 2023 se tornou a segunda maior fonte dentro da matriz energética do Brasil.

Em quanto tempo meu investimento em energia solar se paga?

O payback, ou retorno sobre o investimento é quando calculamos o exato momento em que o investimento “se pagou”. Ou seja, o momento em que o valor economizado iguala o valor investido.

Mas para calcular o payback de um sistema de geração de energia solar é preciso considerar diversas variáveis que vão desde o nível de radiação de onde o imóvel está localizado até a influência da lei popularmente conhecida como “taxação do sol”. Tudo isso passando, é claro, pelo tamanho do projeto e consumo de energia.

Entretanto, podemos dizer que, atualmente, após a aprovação da Lei 14.300, o tempo médio de retorno do investimento em energia solar fica em torno de quatro a cinco anos.

Mas isso é muito ou pouco? A resposta é: Depende!

A boa notícia é que um sistema de energia fotovoltaica possui vida útil superior a 30 anos. Além disso, seu sistema possui garantia de fábrica de que a geração de energia será de, ao menos, 80% de sua capacidade original durante 25 anos. Ou seja, Energia Solar é a economia nas suas contas!

Mas para esse tipo de garantia é fundamental seguir padrões de instalação. Por isso é importante que a instalação seja feita por uma empresa qualificada, que irá calcular todos os ganhos e perdas, garantindo esse retorno do investimento e seguindo todas as orientações de segurança no processo de instalação.

Assim, são mais de 25 anos de “lucro” ou economia direta na conta, somente com pagamento mínimo de taxas da concessionária, para os projetos que assim forem dimensionados.

Outra boa notícia é que o sistema exige pouquíssima manutenção e, desde que instalado por profissionais preparados, será limitado apenas à limpeza simples das placas, bem como revisões periódicas da funcionalidade do sistema (Manutenções Preventivas).

Simule seu sistema de energia solar

Tenho mais de um imóvel, preciso instalar um sistema para cada?

Esta é outra ótima notícia. A resposta é não!

Quando o sistema gera energia elétrica, ela é consumida automaticamente no imóvel. Porém, quando há excedente, essa energia é diretamente injetada na rede da concessionária e se transforma em créditos de energia.

Os créditos de energia funcionam como saldo em uma conta de banco. Quando o sistema não está gerando energia, de noite, por exemplo, ele utiliza esses créditos para abater da energia fornecida pela concessionária. Ao final do mês, sua nova conta de energia será o saldo que o sistema gerou e o que seu imóvel consumiu. 

Quando há sobra de crédito, é possível utilizá-lo para abater em um segundo imóvel, desde que este esteja no mesmo CPF/CNPJ e dentro da mesma concessionária de energia. Esses créditos podem ser utilizados em até 60 meses.

Esta é uma opção perfeita para quem possui, por exemplo, uma casa na praia onde quase não há consumo de energia e todo crédito pode ser utilizado em outro imóvel na cidade.

Outra aplicação pode ser para quem possui um comércio em que a energia gerada pode ser abatida para uma ou várias filiais.

Como escolher a empresa para essa instalação?

Quanto mais a gente aprender, mais vantajoso fica ter um sistema de geração e energia solar. Isso explica porque nos últimos anos o Brasil teve um “boom” de novos sistemas.

Mas atenção! A popularização também traz seus riscos e que podem fazer você perder tempo e dinheiro do seu investimento.

Entre os principais estão os maus profissionais que, sem qualificação específica, instalam sistemas “de qualquer jeito”, muito baratos e que ignoram fatores como a segurança ou como será o desempenho do seu sistema.

O resultado acaba sendo de clientes insatisfeitos, sem ajuda com pós-vendas quando necessário e o sentimento de “dinheiro jogado fora”.

Para evitar isso, faça sempre orçamentos com empresas sérias, que possuam experiência e qualificação para essa atividade. Apesar de aparentar ser “simples”, instalar um sistema de energia solar na sua empresa ou residência requer conhecimento de profissionais especializados nesse mercado.

Ao contratar empresas sérias, mesmo após a entrega do projeto, você terá suporte para dúvidas ou eventuais problemas. Isso é segurança para seu patrimônio e investimento.

Quero aprender mais sobre energia fotovoltaica. Como começar?

Mas como contratar a empresa certa? Qual investimento devo fazer? Qual o tamanho das placas? Existem muitas tecnologias diferentes? Como faço para que a distribuidora reconheça minha geração de energia?

Sim, são muitas perguntas. Por isso elaboramos um e-book gratuito chamado Energia Solar Fotovoltaica para Iniciantes que irá te ajudar a responder essas dúvidas. Clique aqui e faça o download.

Gostei das informações, mas ainda tenho dúvidas. 

Aqui na Ecoa Energias Renováveis, todo nosso time de atendimento é composto por especialistas do setor, sempre prontos para responder suas dúvidas, simular gratuitamente seu sistema e dimensionar uma proposta única e personalizada à sua realidade.

Para isso basta ter sua conta de energia em mãos e entrar em contato através dos nossos canais:

WhatsApp: (47) 9 9950-9012

Telefone fixo: (47) 3025-2700

E-mail: comercial@ecoaenergias.com.br.

Preenchendo o formulário no nosso site: ecoaenergias.com.br

Ou visitando nosso escritório na Rua Xavantes, 54, sala 08, Atiradores, Joinville. Ficaremos felizes em tomar um café com você!

Agradecemos sua leitura até aqui e conte conosco!

Continue lendo